Inovação no setor público

15 a 17 de Dezembro de 2021, Auditório do Centro Cultural Cais do Sertão (2o andar), Recife

O que é?

O Gov In Play é um encontro para discutir a inovação no setor público, entender as novas demandas sociais e planejar a construção de políticas de inovação aberta. O evento está na sua terceira edição e foi planejado para funcionar de forma colaborativa, convidando órgãos públicos e iniciativas da sociedade civil a participar ativamente.

A programação traz referências de iniciativas de inovação no setor público com colaboração da sociedade, academia, startups e ICT's no processo de inovação.

A cultura da inovação na gestão pública troca burocracia por eficiência na entrega de serviços digitais, usa dados a favor do cidadão e constroem governos conectados.

As inovações disruptivas baseadas em tecnologias digitais permitem aos órgãos públicos realizar transformações em seus modelos de negócio, ampliando o seu impacto por meio de serviços mais eficientes com menor custo. Portanto, as transformações digitais permitem mais eficiência, melhoria na proposta de valor dos serviços e na forma de como o governo se relaciona com os cidadãos.

Onde?

Auditório do Centro Cultural Cais do Sertão (2o andar), Recife - PE

Quando?

15 a 17 de Dezembro de 2021

Histórico

O Gov in Play chega a sua terceira edição debatendo inovações e políticas públicas; Na última edição do evento foi registrado:

+ 700

inscritos

+ 50

instituições públicas e privadas participantes

+ 50

palestras submetidas de diferentes Cidades e Estados do Brasil

1

palestrante internacional

2

Patrocinadores Master com palestras especiais

O evento adota um formato aberto de participação, onde tem-se submissão de palestras que são analisadas e avaliadas por um comitê multidisciplinar, de forma assegurar transparência e equidade, bem como, divulgar e compartilhar soluções tanto dos próprios governos (em diferentes Esferas e Estados) como de pesquisadores, empresas privadas e startups que submetam propostas de soluções e/ou resultados aderentes aos temas e subtemas proposto.

Fotos - edição 2019

Como Funciona

O Gov In Play acontecerá no período de 15 a 17 de dezembro de 2021 contendo em sua programação:

  • palestras especiais sobre inovação, tecnologia e criatividade;
  • painéis para discussões e reflexões sobre iniciativas e políticas de incentivo à inovação;
  • apresentação de casos de sucesso e experiências práticas de soluções inovadoras aplicadas à Governo/Setor Público;
  • divulgação de produtos e soluções do ecossistema de inovação com potencial a resolver desafios do Governo/Setor Público;
  • oficinas com uso prático de ferramentas tecnológicas.

Tudo isso alinhado às necessidades de negócio do Governo com foco em agilidade na entrega de serviços ao cidadão.

Objetivo

Debater novas tecnologias e metodologias que promovam a inovação e novas práticas para melhorar a eficiência do Governo com economia e resultados ágeis; Debater o Governo/Setor Público como Plataforma de Colaboração e Transformação Digital.

Público Alvo

Gestores e Técnicos das diversas esferas governamentais: Municipal, Estadual, Federal, Judiciário e Legislativo, em âmbito nacional, com aderência maior de público participante do Estado de Pernambuco;

  • Órgãos Públicos e Empresas que atuem no campo do uso de tecnologias e modelos inovadores para apoiar a eficiência dos serviços públicos;
  • Academia e Instituições de Pesquisas.

Tema: Como o Governo inova para acompanhar as transformações do mundo ?

Trilhas

Governo como Plataforma

  • Governo Aberto
  • Estratégia de Transformação Digital dos Serviços Públicos
  • Estratégias e Políticas de Incentivo à inovação
  • Gestão da inovação digital e impactos organizacionais
  • Ecossistemas de inovação colaborando com Governo
  • Compartilhamento dos Dados Públicos e Plataformas de Dados Abertos
  • Apagão de mão-de-obra de TI: Novas relações e modalidades de trabalho
  • Impacto do 5G no Setor Público

Cidadão do Futuro

  • Tecnologias para cidades inteligentes e humanas
  • Impactos da economia digital
  • Tecnologia promovendo a sustentabilidade sócio-ambiental
  • Serviços digitais para cidadãos conectados
  • Inovação Aberta
  • Living Labs: inovação com experimentação na vida real
  • Impacto da inovação urbana
  • Empreendedorismo/Intraempreendedorismo e Inovação

Submissões de Palestras e Oficinas

Palestras:

As propostas para a realização de palestra (15 minutos) devem ser enviadas conforme modelo e ter um máximo de 2 páginas (utilizar o modelo de proposta de comunicação). As propostas devem apresentar iniciativas originais, já executadas ou que estejam em andamento, dando-se prioridade às propostas que apresentem resultados ou lições aprendidas. As submissões serão revisadas por uma comissão pré-definida pela comissão organizadora do evento. Os revisores também serão solicitados a fornecer um breve feedback sobre cada uma das submissões (artigo resumido ou apresentação) revisado. Todas as submissões de trabalhos serão avaliadas segundo os seguintes critérios:

  • Insight sobre os desafios e práticas de inovação
  • Potencial contribuição
  • Clareza
  • Ajuste ao tema do encontro
  • Inovação da solução

Oficinas / Minicurso:

As oficinas / minicurso poderão acontecer do dia 15 ao dia 17 de dezembro de 2021, das 8h às 12h da manhã, com carga horária máxima de 4 horas/aula. A oficina proposta deve estar aderente ao Tema / Trilhas do evento.

Deadline de submissões

26 de Novembro de 2021

Comunicação de Aceitação

03 de Dezembro de 2021

Agenda

O Gov in Play irá disponibilizar certificado aos participantes e palestrantes do encontro.

Painel: Como o governo inova para acompanhar as transformações do mundo?

Rafael Figueiredo - SetDigital
Rafael Figueiredo - SetDigital

Rafael Figueiredo, Procurador Do Estado de Pernambuco, atualmente está à frente da Transformação Digital da Prefeitura do Recife, tendo ocupado na cidade os cargos de Controlador-geral e Procurador-geral. Um empreendedor público.

Ila Carrazone
Ila Carrazone

Presidente da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI-PE). Gestora Governamental, formada em Ciências da Computação com especialização em Análise de Sistemas e pós-graduação em Gestão Pública. Foi secretária executiva de Pessoal e Relações Institucionais (SEPRI) da Secretaria de Administração (SAD) e secretária executiva de Articulação Institucional da Assessoria Especial do Governador.

Lucas Ramos
Lucas Ramos

Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI) do Estado de Pernambuco. Deputado estadual por Pernambuco em 2014 e reeleito, em 2018, sendo o 8º mais bem votado no Estado.

Bernardo D’Almeida
Bernardo D’Almeida

Nascido no Recife e formado em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Bernardo Juarez D’Almeida, é auditor tributário do Tesouro Estadual desde 1994. Exerceu os cargos de Secretário de Justiça e Direitos Humanos, foi CEO do Porto de Suape, secretário Executivo da SEFAZ-PE, secretário de Educação do Recife e atualmente ocupa o cargo de presidente da Emprel.

As novas tecnologias e o impacto para as cidades inteligentes

Daniel Gomes
Daniel Gomes

COO da Um Telecom. Líder nas estratégias de MKT, Gente e Gestão, Controladoria e Produtos, Daniel Gomes também ocupou a Diretoria Comercial B2B com foco em equipes e desenvolvimento de negócios, Daniel possui experiência em gestão de serviços de TI, terceirização de serviços, segurança e nuvem, assim como em pré-vendas, inovação, gestão de produtos e marketing. Daniel é formado em Engenharia da Computação pela Universidade de Pernambuco.

Sigabem: Plataforma de Inteligência Geográfica para apoiar a acessibilidade de pessoas com deficiência no transporte público da Região Metropolitana do Recife

Profa. Ioná Rameh
Profa. Ioná Rameh

Doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Pernambuco. É professora titular do IFPE Campus Recife, lidera o Grupo de Pesquisa Ciência, Tecnologia e Sustentabilidade (CT&S) e coordena o Laboratório de Geotecnologias e Meio Ambiente deste Instituto (LabGeo), onde desenvolve pesquisas na área de meio ambiente e sustentabilidade com uso e desenvolvimento de Sistema de Informações Geográficas (SIG) para cidades inteligentes

Network Break

Criando estratégias figitais inovadoras com equipes remotas e assíncronas

Leonardo Medeiros - TDS Company
Leonardo Medeiros - TDS Company

Líder de estratégia de negócios na The Digital Strategy Company, é pós-graduado na Metropolitan College of New York, cidade onde trabalhou como Coordenador Sênior de Projetos educacionais na BBC. Atualmente trabalha em projetos de transformação digital de grandes empresas e instituições como SEBRAE, IPT, MRV, CNI, Grupo Cataratas e Baterias Moura.

SEFAZ mais Digital

Danielle Campello - SEFAZ-PE
Danielle Campello - SEFAZ-PE

Superintendente de Tecnologia da Informação na Secretária da Fazenda do Estado de PE. Servidora da Agência de Tecnologia da Informação. Formada na Universidade Católica e Pós graduada na Universidade Federal. Coordenadora Nacional do grupo de TI das secretarias de Fazenda - COGEF TI

Painel: Apagão de mão de obra: iniciativas para impulsionar a capacitação em inovação e promover novos negócios

Prof. Carmelo Bastos Filho
Prof. Carmelo Bastos Filho

Carmelo Bastos Filho é doutor em Engenharia Elétrica pela UFPE, livre docente da UPE e bolsista produtividade em pesquisa 1D do CNPq. Atualmente é diretor de ambientes de inovação e Formação Superior da SECTI/PE. Foi Cientista-chefe do Parque Tecnológico de Eletroeletrônicos do Estado de Pernambuco entre 2016 e 2020. Coordena o programa Rota TIC Mangue Digital em Pernambuco, ação conjunta com a SUDENE, MDR e mais dezenas de instituições, que visa apoiar a estruturação de projetos em TICs e criar

Hermano Perrelli
Hermano Perrelli

Professor Titular do Centro de Informática da UFPE. Tem pós-doutorado pela Universidade de Maryland, EUA e PhD em Computação pela Universidade de Glasgow, Escócia. Atua nas áreas de Engenharia de Software e Sistemas de Informação, desenvolvendo atividades de ensino e pesquisa em gestão de projetos, processos de software e gestão da TI. Atualmente coordena o Programa Residência em Desenvolvimento de Software Emprel-UFPE

Luis Fernando Silva
Luis Fernando Silva

Diretor-Executivo da Accenture do Brasil e possui mais de 20 anos de experiência no mercado de consultoria com foco em tecnologia. Formado em Engenharia Elétrica pela Faculdade de Engenharia Industrial de São Paulo e possui MBA em Gestão Empresarial pela FIA-USP, além de diversos treinamentos e certificações internacionais.

Prof. Francisco Luiz
Prof. Francisco Luiz

Doutor em Física pela UFPE em 1999. Atualmente é professor da UFRPE e colaborador em projetos com a UFPE e UNICAP. No final de sua formação, iniciou um projeto inovador na América Latina, o nariz eletrônico, juntamente com uma equipe da física, química e computação. Atualmente atua no Programa de Mestrado em Tecnologia e Gestão em Educação a Distância da UFRPE. Atualmente está cedido à Prefeitura da Cidade do Recife, atuando como Gerente Geral de Estratégias Educacionais.

Painel: Cidades X Tecnologias quais os desafios do poder público?

Claudio Nascimento
Claudio Nascimento

Diretor de Transformação Digital na SECTI/PE, cofundador da Lab Griô Consultoria, diretor de articulação institucional e projetos especiais da Associação Nacional de Empresas de Biotecnologia (Anboitec) e ex-conselheiro do Porto Digital, em Recife. Especialista em políticas públicas, com gestor tem atuado em prol do desenvolvimento socioeconômico com foco nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), em Olinda, Recife, e na Amazônia, e ADVOCACY pela agenda 2030 da ONU

Tulio Ponzi
Tulio Ponzi

Tullio Ponzi. CEO da IKONE- Startup de Open Innovation para problemas sociais complexos e Living Lab de aceleração dos ODS2030. Ex-Secretário Executivo de Inovação Urbana do Recife e idealizador do Programa Mais Vida nos Morros. Estudou políticas públicas na Harvard Kennedy School of Government e The University of Chicago- Harris School of Public Policies.

Claudia Sayuri
Claudia Sayuri

Analista de negócios e inovação - PTI Brasil - Parque Tecnológico Itaipu 13 anos de experiência em gestão de projetos de inovação

Isac Filho
Isac Filho

Arquiteto, Urbanista ,Designer e Maker. São mais de 10 anos dedicados ao desenvolvimento de projetos que misturam tecnologia, design aberto e sustentabilidade em diferentes escalas, que vão de projetos de aeroportos, desfile de moda à design de mobiliário. Atualmente seus trabalhos estão voltados para o desenvolvimento da economia criativa, circular e compartilhada, através da Casa Criatura, ambiente de criação e inovação localizado no Sítio Histórico de Olinda.

Como ferramentas low-code podem ajudar a contornar o apagão da mão de obra de TI

Márcia Araújo - Scriptcase
Márcia Araújo - Scriptcase

Mestre em Gestão (com enfase em Marketing e Negócios Internacionais) pela Universidade de Aveiro (Portugal), Bacharel em Turismo pela UFPE e também Tecnóloga em Desenvolvimento de Sistemas para Internet e Especialista em Marketing Digital pela UNIBRATEC/PE. Já passou por cidades como Londres, Paris, Lisboa, atuando em diversas áreas.Trabalha há mais 10 anos com Negócios Online e atualmente vive em Recife e é VP de Marketing e Vendas do Scriptcase.

E.I.T.A! Recife - Esquadrão de Inovação e Transformação Aberta

Evisson Lucena
Evisson Lucena

É Analista Ministerial, na área de informática do Ministério Público de Pernambuco desde 2006. Cedido a Emprel, Empresa Municipal de Informática (Recife-PE), para exercer o cargo de Assessor da Presidência na área de Transformação Digital. Foi um dos Idealizadores e Fundadores do MPLabs - Laboratório de Inovação Tecnológica e de Negócio do MPPE

Network Break

Big Data PE: solução para compartilhamento de dados com governança e armazenamento seguro

Eronita Van Leijden
Eronita Van Leijden

É Analista em Gestão de Tecnologia da Informação e Comunicação (AGTIC) da ATI/PE. Mestre em Engenharia da Computação na POLI/UPE (2020). Especializada em Ciência de Dados e Analytics pela POLI/UPE(2018) e Banco de Dados pela AESO Barros Melo (2007). Graduada em Ciência da Computação na Universidade Católica de PE (2004)

Conecta Recife - Um hub a serviço do cidadão

Homero Cavalcanti - EMPREL
Homero Cavalcanti - EMPREL

Analista de Informática da EMPREL (Empresa Municipal de Informática). Foi Assessor Técnico em Tecnologia da Informação e Comunicação da Secretaria de Planejamento e Gestão da Prefeitura do Recife (entre 2006 a 2013), onde coordenou o projeto de automação de processos da Prefeitura do Recife. Na EMPREL, é diretor desde 2013, coordenando projetos, tais como: Dados Abertos, Conecta Recife e Licenciamento Digital

Painel Governo como Plataforma: Ferramentas de colaboração Gov e Sociedade

Márcio Marques
Márcio Marques

Diretor de Tecnologias para Informações Corporativas da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI-PE). Gestor Governamental, especialista em Gestão Pública e MBA em Tecnologia para Negócios: AI, Data Science e Big Data.

Romero Guimarães
Romero Guimarães

Mestre em Ciências da Computação – UFPE; com MBA em Gestão da Informação – UFPE; e graduação em Engenheiro Eletrônico – Universidade de Pernambuco; Diretor de TI e Transformação Digital da ATI - Agência Estadual de Tecnologia da Informação de Pernambuco; e Analista de Gestão de TIC do quadro do Governo de Pernambuco

Profa Maria Lencastre
Profa Maria Lencastre

possui graduação, mestrado e doutorado em Ciência da Computação pela UFPE, e pós-doutorado na Universidade Nova de Lisboa. Foi Gerente e Coordenadora do Departamento de Computação da UPE, onde é professora da graduação e pós-graduação, além de líder do Grupo do Engenharia de Software. Atualmente, é professora mentora do projeto da ATI - Plataforma Colaborativa e Interativa entre Governo e Ecossistema de Inovação (PE-COLABORA). Possui mais de 70 publicações científicas e faz parte da Câmera de

Ivanildo Guerra
Ivanildo Guerra

Diretor de Gestão e Governança de TI da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI-PE). Membro do Comitê de Governo Digital. Prof. de pós-graduação Governo Digital (Verbo Jurídico). Pós-graduado em Ciência de Dados e Analytics (UPE).

Painel Living Lab: a cidade do Recife como território de experimentação e inovação

Rodrigo Regis
Rodrigo Regis

Rodrigo Régis é Doutor em Desenvolvimento Territorial e Agronegócio pela UniOeste, Graduado em engenharia elétrica e Mestre em Engenharia de Sistemas pela POLI-UPE, Especialista em Gestão da Inovação Empresarial - Politécnica de Valencia. Com mais de 10 anos de experiência em gestão empresarial e projetos de inovação. Em 2019 foi indicado pela revista Full Energy como um dos 100 nomes mais influentes no Setor de Energia. Atualmente é Diretor de Negócios & Inovação do Parque Tecnológico Itaipu

Rafael Dubeux - SDECTI
Rafael Dubeux - SDECTI

Formado em Direito pela UFPE, tem mestrado e doutorado na UnB com tese sobre desenvolvimento econômico e inovação tecnológica. Foi também pesquisador visitante na Universidade da Califórnia, Berkeley, e professor universitário. É membro da carreira de Advogado da União e já trabalhou no Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, no Ministério da Fazenda e na Casa Civil da Presidência da República.

Ananias Gomes - Insole
Ananias Gomes - Insole

Ananias Gomes é Fundador Presidente da Insole. Engenheiro eletricista de formação pela Universidade de Pernambuco, MBA em Gestão de Projetos pela FGV, foi executivo do Grupo Neoenergia. É natural de Arcoverde-PE, fundou a Insole com o objetivo de criar uma nova experiência e mudar a forma como consumimos energia. Com mais de 8 anos de mercado e mais de 5000 projetos em todo o Brasil, a Insole é a primeira empresa de energia solar a ser Signataria do Pacto Global da ONU

Claudio Marinho - Porto Marinho
Claudio Marinho - Porto Marinho

Claudio Marinho é um consultor em cenários e estratégias na Porto Marinho Ltda. (www.portomarinho.com), empresa fundada por ele em 2007 no Recife, Pernambuco. Trabalhou por 26 anos no setor público, a maior parte do tempo com executivo em diferentes áreas. Claudio saiu do Governo de Pernambuco em 2006 como Secretário de Planejamento, depois de ter sido Secretário de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente por 7 anos (de 1999 a 2006).

Por que investir em transformar a cultura organizacional é fundamental para a inovação e transformação digital?

Emanuel Di Matteo - Liferay
Emanuel Di Matteo - Liferay

Formado em Ciências da Computação, com um MBA em Gerenciamento de Projetos, ingressou na Liferay em 2012, tornando-se Gerente Geral para a América Latina em 2018. Gerencia uma organização distribuída em 6 países e é responsável pela definição e execução da estratégia na região. Nos últimos anos vem desenvolvendo interesse na gestão de equipes de alto desempenho, com foco no papel dos líderes.

Chamada Plataforma Desafios – Contrato Público para Solução Inovadora

Keicielle Schimidt
Keicielle Schimidt

Possui mestrado em Análise Sociocultural da Comunicação e do Conhecimento pela Universidad Complutense de Madrid (UCM), pós-graduação em Administração de Empresas pela FGV, e graduação em Biblioteconomia pela UnB. Atua, desde 2013, na Coordenação-Geral de Gestão do Conhecimento, Tecnologias e Prêmios da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), com a implementação de diversas práticas de gestão do conhecimento e mais recentemente com projetos de inovação aberta e empreendedorismo inovador

Network Break

Serpro Ventures como motor de inovação para Startups e Scale-ups

Carlos Alexandria
Carlos Alexandria

Mestre em Engenharia da Computação, é Gerente de Corporate Venture no Serpro onde atua em diversas esteiras de geração de novos negócios inovadores de crescimento escalável, em atuais, antigos e/ou novos mercados. Alexandria também é empreendedor, professor em pós-graduação e triatleta

Direções, desafios e dimensões para uma Estratégia de Brasil Figital

Silvio Meira
Silvio Meira

Silvio Meira é PROFESSOR EXTRAORDINÁRIO da cesar.school, PROFESSOR EMÉRITO do CENTRO DE INFORMÁTICA da UFPE, RECIFE, é um dos fundadores da Digital Strategy Company e do PORTO DIGITAL, onde preside o conselho de administração. o professor é membro dos conselhos da CI&T, MAGALU, MRV, BBCE, TEMPEST e membro dos comitês de inovação da AREZZO e YPÊ.

Inscrição

Confirme aqui o seu interesse em participar das palestras/oficinas do Gov in Play.
As inscrições são gratuitas.

Resumo da Oficina

Visando desenvolver o interesse pelas áreas de ciências exatas e tecnologia da informação; ensinar conhecimentos básicos de eletrônica, programação e impressão 3D e também de criar uma consciência sobre as dificuldades enfrentadas pelos cegos no seu deslocamento, busca-se com esta proposta a realização de oficinas de robótica livre, chamadas Oficinas Synesthesia Vision no GovInPlay. A Robótica livre permite que os estudantes construam robôs e protótipos de objetos da vida real com componentes eletrônicos de baixo custo, materiais reciclados e utilização de software livre, estimulando a criatividade. Ela envolve mecânica, eletrônica e programação. A ideia das Oficinas Synesthesia Vision é capacitar os estudantes em conceitos básicos de tecnologia assistiva, eletrônica básica, programação e impressão 3D e realizar atividades práticas no https://www.tinkercad.com/ ou com kit Arduino

Dia 16/12 (on-line) das 09h às 12h

Instrutor(es) Responsáveis pela Oficina / Minicurso

Proponente: Aida Araújo Ferreira, Gilmar Gonçalves de Brito, Arthur Lima de Araújo Miranda, Camila Fernanda de Aquino Luna, Lucas Alves Barbosa e Marcelo Henrique Alexandre Barreiros

Público Alvo

Pessoas interessadas em adquirir conhecimento básico de de tecnologia assistiva, eletrônica básica, programação e impressão 3D.

Ementa
  • O que é sinestesia
  • Tecnologia assistiva
  • Qual a função de projetos que visam acessibilidade no mundo
  • Apresentação do projeto Synesthesia Vision
  • Dinâmica para sentir as dificuldades de deslocamento de cegos em um ambiente controlado
  • Testes dos óculos sensoriais
Objetivos

O objetivo dessa proposta é a capacitação teórica e prática dos estudantes em conceitos básicos de eletrônica, programação, robótica e prototipagem de artefatos e a conscientização dos participantes em relação à importância do desenvolvimento de tecnologias assistiva.

Metodologia

As Oficina serão oferecidas para no máximo 30 participantes. A equipe do projeto, utilizando a metodologia sala de aula invertida 3.0, vai apresentar o conteúdo teórico e exercícios práticos de equipe. O estudante deverá assistir a aula teórica e fazer os exercícios práticos propostos. Dessa forma, os participantes terão adquirido os conceitos básicos de tecnologia assistiva e prototipação de artefatos digitais.

Resumo da Oficina

A Política de Inovação é um documento essencial para poder definir princípios, regras e objetivos, tanto em órgãos públicos como em empresas privadas, para garantir que colaboradores e setores organizacionais estejam coordenados em garantir soluções que garantam um diferencial competitivo.

Dia 17/12 (on-line) das 10h às 12h

Instrutor(es) Responsáveis pela Oficina / Minicurso

Proponente: Maria Amália de Arruda Camara, Renata Oliveira e Walter de Macedo Rodrigues.
Instituição: Universidade de Pernambuco e Universidade Federal de Pernambuco.

Público Alvo

Gestores públicos, setores de inovação, gestores políticos acadêmicos, programadores, administradores de sistemas e gestores de tecnologias da informação, bem como quaisquer interessados no desenvolvimento de plataformas de governança descentralizadas integradas ao poder público para melhoria da governança.

Carga Horária 2h de carga horária
Ementa
  1. O que é uma Política de Inovação?
  2. Estratégia de Inovação - quem é você na fila do pão?
  3. Por que inovar? - a quem interessa inovação no meu redor?
  4. Criando um plano de Inovação - descrição e prescrição.
  5. As partes de uma Política de Inovação.
  6. Para que servem Marcas, Patentes e Modelos de Utilidade?
  7. Para que ter ciência? Fazendo um benchmark.
  8. Redigindo o seu próprio Plano de Inovação.
  9. O que já deu certo e o que já deu errado no Brasil? - universidades, empresas - diferenciais.
Objetivos
Objetivos Gerais:
  • Ensinar através de uma rápida oficina como construir uma Política de Inovação para a organização da qual os participantes pertence, explicando neste processo como pensar num plano de inovação, desafios e casos de sucesso de outras organizações.
Objetivos Específicos:
  • Explicar o que é uma Política de Inovação, suas características e como redigir uma Política de Inovação simples.
  • Explicar o que é um Plano de Inovação, a importância de entender como inovação pode mudar o funcionamento de uma organização e como uma organização deve se modelar para garantir evolução.
  • Entender como funciona o paradigma contemporâneo de inovação, seus instrumentos legais e como eles podem ser úteis para garantir uma evolução organizacional sustentável.
  • Exposição de casos de sucesso e quais as dificuldades são comumente encontradas em empreendimentos e na gestão pública de inovação.
Metodologia

A oficina terá uma parte expositiva e uma parte prática, em que os participantes serão convidados a redigir a sua própria Política de Inovação. Haverão conteúdos interativos na apresentação e um pequeno quiz ao final, dos quais os participantes também serão incentivados a participar.

Equipamentos Utilizados

Será necessário para apresentação somente um painel para exposição de slides e conexão com a internet para a participação.

Referências

Esta oficina é possível graças ao projeto de pesquisa realizado na Universidade de Pernambuco, de coordenação da professora Maria Amália de Arruda Câmara Oliveira, de título "Pesquisa Propositiva de Política de Inovação em Propriedade Intelectual com Foco nas Demandas da Universidade de Pernambuco.", com mais informações para consulta disponível no site da sispg.upe - http://www.sispg.upe.br/publico/projetos/consultar/.

Local

Auditório do Centro Cultural Cais do Sertão (2o andar)

Centro Cultural Cais do Sertão

Construído no local de antigos armazéns do Porto do Recife, o Cais do Sertão oferece aos visitantes exposições temporárias e acervo permanente, com referências à cultura sertaneja da região Nordeste, com experiências sensoriais e arquitetura inovadora, em edificação que exprime em seus traços a união do litoral com o sertão.

  • Possui capacidade para 260 pessoas.
  • Endereço: Avenida Alfredo Lisboa s/n Antigo Armazém 10 do Porto do Recife, Recife, Pernambuco 50030-150 Brasil
  • Local: Auditório do Centro Cultural Cais do Sertão (2o andar)

Realização

Patrocinador

Master

Apoio

Seja um patrocinador

Organizado pela EMPREL (Empresa Municipal de Informática do Recife) e ATI (Agência Estadual de Tecnologia da Informação do Estado de Pernambuco) o encontro está em sua 3ª edição, sendo considerado um sucesso nos ano de 2018 e 2019, com palestrantes de renome de Pernambuco e demais estados, mais de 900 inscritos, representando mais de 100 empresas e órgãos públicos.

O evento tem como público alvo Gestores e técnicos governamentais de Pernambuco e estados adjacentes, das três esferas de governo em todas as instâncias. Empresas de tecnologia, fornecedores de soluções em TIC, empreendedores, startups, academia e diversos atores envolvidos no ecossistema de inovação.

Clique no botão abaixo e preencha o formulário para solicitar nossa proposta de captação.
Responderemos e estaremos à disposição para quaisquer dúvidas.

Contato